Páginas:  X15 - 01 - 02 - 03 - 04 - 05 - 06 - 07 - 08 - 09 - 10  
 

 

Como envenenar um Fusca - Parte X

 

 
  Conforme prometi no artigo Parte IX, aqui vão os custos desses esplêndidos motores Fusca turbo 1800cc e turbo 1900cc; são motores que rendem de 180 a 200 e poucos cavalos. Convenhamos que para um Fusca não está mal. Pode-se retirar mais potência destes motores, simplesmente aumentando a pressão do turbo acima dos 0,8 kg para motores com taxa de compressão baixa (8,5/1), ou acima de 0,6 kg para os que já tenham taxa mais alta (12/1, motores a álcool anteriormente preparados sem turbo). É um artifício que resulta em ganho de potência, porém teremos perda em durabilidade caso não se utilize pistões, camisas, bielas, bronzinas etc especiais. Essas peças são bastante caras e recomendadas para quem pretende participar de provas de arrancada ou de algum ato terrorista qualquer, assim sendo, pretendo fazer uma pausa nos Fuscas e retomá-los quando a situação mundial estiver mais calma... Em próximo artigo começaremos a preparar os motores AP da Volks que, por haver muitos no mercado e serem muito resistentes, creio que teremos muitos interessados. Adianto que os custos de preparação são menores que dos Fusca, por motivos que explicarei mais adiante. E por falar nisso, eis os custos do turbo-1800 e turbo-1900cc, os quais praticamente não diferem

 

KIT-TURBO

R$ 1.800,00

MDO (instalação do turbo)

R$    400,00

WEBER 40 ou 44 (com coletores) (recomendo a 44 para ter mais torque em baixa)

R$ 1.800,00

COMANDO 284 ou 310 graus(recomendo o 284 para ficar mais “redondo” em baixa) 

R$    320,00

MDO (comando)

R$    180,00

KIT 1800 ou 1900cc (recomendo o 1900, mesmo preço do 1800 e + 100cc)

R$    600,00

MDO (kit)

R$    350,00

TOTAL

R$ 5.450,00

 

 

Salgado, né? Esse é o custo de transformar esse seu humilde Fusca num dragão. Não há mágicas, mas este ainda é o método mais barato de ter um carro com arrancadas de “envesgar” os olhos, atingindo 100 km/h em instantâneos 5 segundos. Aproveitando, se você souber como conseguir essa grana por meios legais, teremos o maior prazer em recebê-lo aqui na Redação. Caso os meios sejam ilegais, por exemplo construir um prédio pro TRT, furar túneis no Ibirapuera ou financiar pela Sudam, posso agendar um encontro particular...

 

Voltemos ao nosso assunto que é coisa séria... Na certa você deve estar querendo saber alguma coisa sobre o gás NITRO. Bem, na verdade o nome completo é ÓXIDO NITROSO, e engana-se quem pensa que esse gás seja explosivo, o ser humano é capaz de emitir gases muito mais explosivos que esse, portanto não o tema... O Kit-Nitro consiste de um pequeno botijão (+ ou - 5 litros) com o Nitro comprimido; essa compressão faz com que o gás tenha sua temperatura muito rebaixada e, ao ser injetado dentro do cilindro (por meio de caninhos de cobre e bicos injetores instalados no carburador), esse gás se expande lá dentro e passa a agir como um compressor, só isso. Proporciona um aumento de potência de mais ou menos 40%, porém o inconveniente é a pouca duração do botijão, coisa de 5 a 7 minutos de acionamento (o acionamento acontece ligando-se um botão no painel e em seguida pisando fundo no acelerador), depois é necessária a recarga em locais especializados. Daí seu uso ficar restrito a provas de arrancada ou a autos importados, pois estes últimos para serem preparados demandam modificações caras e que no final desvalorizam o carro. Nesse caso o Kit-Nitro é colocado e retirado sem deixar rastros... Não recomendo para o uso que pretendemos nestes artigos, simplesmente porque dos que vi colocarem, todos tiraram, por ser caro o recarregamento e pelo desconforto de fazê-lo a toda hora... Não adianta você dizer que vai economizar, que vai usar só de vez em quando, que eu te conheço!